Banner Destinos Internacionais 728x90
Traduzir:
9° Dia - ROMA e VATICANO (Levando a sogra pra ver o mundo)

9° Dia - ROMA e VATICANO (Levando a sogra pra ver o mundo)


Postado em Europa - Itália, em 27/Setembro | 1346 Visualizações

 

Com certeza Roma merece uma vida inteira pra conhecê-la, mas aqui você verá como a visitamos em apenas um dia.

 

 

Saímos às 8h00 para uma visita panorâmica, que durou cerca de 2 horas e meia. Algumas fotos:

 

Pirâmide Cestia (em reforma), Palatino

 

Igreja de Sta Maria Maggiore - Primeira Igreja dedicada a Nossa Senhora:

 

Igreja de São João Latrão (San Giovanni in Laterano) e Palazzo Venezia - Sacada de onde Mussolini discursava

 

Monumento a Vitório Emanuelle - Construído em 1885, ou seja, muito novo comparado ao seu redor. É muito criticado pela população local por destoar tanto da cidade. Conhecido como "máquina de escrever" ou "bolo de noiva", por ser todo em mármore branco.

 

Ponte Sisto - a única que atravessa o Rio Tibre apenas por pedestres. Roma tem pontes lindas!

 

Castelo St Angelo. Quem não lembra do filme Anjos e Demônios?

 

Arco de Constantino e Coliseu

O Coliseu é o anfiteatro símbolo de Roma. Foi construído em 72 d.C. Tinha capacidade para 55 mil pessoas assistirem aos duelos de gladiadores e animais.

Vimos esse casal vestido assim, tirando fotos em vários monumentos. Detalhe: era o mesmo vestido de noiva por vários dias. Além do frio que deve ter passado! Cada sonho!

 

O passeio terminou pertinho da Praça São Pedro no Vaticano.

 

O Vaticano é o menor País-Estado do mundo, com apenas 440 mil metros quadrados. Quem vem à Roma, não pode perder a oportunidade de conhecer o Vaticano, independente de sua religião.

 

Tínhamos ingressos para o museu, comprados antecipadamente pela internet, o que garantiu entrada com hora marcada, preferencial, deixando para trás uma fila enorme. Apesar de ter horário marcado  no ingresso, não se preocupe. Ninguém confere!

 

A entrada normalmente custa 15 Euros. Agendada antecipadamente pela internet custa 20 Euros, o que compensa muito em dias em que a fila pode chegar a 2 horas de espera. Já vi em outras oportunidades a fila dar a volta em todo o muro do Vaticano.

 

Algumas fotos:

Não tem como não achar tudo lindo e interessante.

 

A ala cartográfica é um dos corredores mais lindos e cheio de detalhes:

 

O lugar mais esperado, claro, é a Capela Sistina.

Tem sempre uma muvuca de gente se espremendo para chegar até ela. Há quem nem preste atenção em tantas coisas lindas pelo caminho, só seguindo as plaquinhas:

Ver, estar e sentir um lugar conhecido mundialmente é emocionante, ainda mais por ser, para uma católica, um lugar de extrema oração e significado. É aqui que se reúnem os cardeais do mundo todo para a escolha do novo Papa.

Os afrescos de Michelangelo são perfeitos! Ele levou mais de 4 anos pintando o teto, na maioria do tempo deitado nos andaimes, descendo e subindo milhares de vezes para conferir o trabalho.

É dele também o trabalho do Juízo Final, no altar do fundo, pintado entre 1534 e 1541.

 

Como o nosso dia está corrido, preferimos o trajeto mais curto e logo após a Sistina já saímos do museu. 

Essa escadaria/rampa é a tradicional saída. Todo mundo fotografa! É realmente linda!

Essas "rosquinhas" eram enooormes!

 

Contornamos os enormes muros dos Museus, e almoçamos a melhor massa de nossa viagem no Café Rissorgimento:

Seleção de massas e limoncella (espécie de suco de limão com água gasosa).

 

Após o almoço, fomos visitar a Basílica de São Pedro. Pela primeira vez, encarei fila e revista de bolsas.

 

Esse lugar é grandioso em todos os sentidos. Tem mais de 23000 m² e pode abrigar mais de 60 mil visitantes.

A Basílica foi construída por Michelangelo, Rafael, Bernini, entre outros artistas.

Além de São Pedro, quase todos os outros Papas foram sepultados aqui, no piso inferior da Igreja. Pelo chão, é possível saber exatamente a localização do túmulo de cada um.

 

É como se tivessem vários altares dentro da Basílica.

No primeiro à direita, fica a famosa Pietá de Michelangelo, protegida por um vidro, após ter sido atacada.

 

O principal altar, chamado Baldaquino, é o altar papal, construído exatamente em cima do túmulo de São Pedro. É deste altar que são rezadas pelo Papa as missas de Páscoa e Natal.

Para se ter uma ideia do tamanho, essas letras da foto têm 2 metros de altura!

 

A Basílica foi construída a partir do túmulo de São Pedro. Com o tempo os fiéis foram aumentando sua grandiosidade, até se tornar a maior igreja católica do mundo.

Tivemos a oportunidade de fazer uma oração em frente ao túmulo do Papa João Paulo II, que agora foi colocado dentro da Basílica.

 

Quando saímos estava chovendo. Compramos guarda-chuvas "descartáveis" por 5 Euros cada.

Praticamente saímos no tapa com argentinas que queriam o mesmo táxi que a gente! Ganhamos!

 

Fomos até a Fontana de Trevi. O desgraçado do taxista deu uma volta enorme, nos fazendo gastar 18 Euros.

A visão da Fontana compensa qualquer gasto... Mesmo forrada de turistas, conseguimos jogar nossa moedinhas, na esperança de voltar à Roma. Por enquanto, tem dado certo! (é claro que jogamos moedas de Real...rs)

 

Fomos caminhando até o Pantheon. 

Achávamos que estava muito longe, mas, de repente, lá estava ele!

É o templo mais antigo em perfeito estado de conservação. Foi construído originalmente em 27 a.C.! Depois de um incêndio, foi reconstruído em 127 d.C.

Era um templo greco-romano dedicado a todos os deuses. Foi transformado em Igreja (Sta Maria e todos os Santos) e, no lugar dos deuses, hoje estão imagens de Santos.

O pintor Rafael está sepultado ali.

Sua cúpula tem 40 metros, sem ter nenhuma coluna de sustentação no meio.

Tem abertura estratégica para iluminar todo o lugar. É a única fonte de iluminação.

Chegamos na hora certa. Logo depois, a entrada foi fechada para dar início a uma missa. Ficamos um bom tempo em oração e também descansando os pezinhos...

 

No caminho para nosso ponto de encontro, mais uma paradinha para um gelato! Delícia!!!!

 

Passamos (sem querer) pelo Campo de Fiori. É a única praça de Roma que não tem Igreja.

Ali, Giordano Bruno foi queimado vivo em 1600, por afirmar, assim como Galileu, que era a Terra que girava em torno do Sol, e não o contrário.
Hoje, abriga uma feira de flores e frutas. Normalmente funciona até as 14h00, mas nesse dia, para nossa sorte, ainda estava funcionando.

 

Chegamos à Piazza Trilussa, no bairro boêmio de Trastevere, e lá aguardamos os outros chegarem, vendo o vai e vem dos turistas.

Aproveitamos para usar o aplicativo Tango para ligar para o Brasil. Recomendo! Conseguir uma vídeo-chamada direto de Roma para o Brasil, usando apenas o sinal de internet no celular é demais!

 

Trastevere é uma bairro completamente diferente. Pra muitos é feio. Já eu, adoro ver os barzinhos e restaurantes mais antigos, com clima original de Roma e menos turístico.

Finalizamos nosso (longo) dia em Roma com uma bela pasta e vinho:

 

Como viram, vimos alguns dos principais pontos turísticos de Roma em um único dia. É claro que tem muito mais pra ver. Acho que nem 10 dias dariam conta...

 

Se você só tem um ou dois em Roma, é bom anotar os locais onde mais tem interesse e se programar. A cidade não é muito grande. Com pique, dá pra ir caminhando pra todos os lugares. Veja o mapa ampliado da cidade:

 

O metrô ajuda um pouco, mas não acessa todos os pontos. Clique aqui para mais informações.

 

 

Hoje foi nosso último dia com a excursão.

Amanhã vamos de trem para Florença.

 

Acompanhe a nossa viagem:

1° Dia - Chegando em PARIS

2° Dia - De PARIS a LONDRES de trem / Perdendo o Eurostar em Londres

3° Dia - PARIS

4° Dia - PARIS

5° Dia - PARIS

6° Dia - GENEBRA e AOSTA

7° Dia -  VENEZA

8° Dia - RAVENNA e ASSIS

10° Dia - FLORENÇA de trem

11° Dia - Retorno ao Brasil

Comentários

Seja o primeiro a comentar sobre esse POST!


Comente:



TAGS

roma, europa, europamundo, itália, mapa de roma, roma mapa, rome map, rome attractions, vatican, vatican tickets, ingresso vaticano, roma a pé, andar por roma, metrô de roma, terceira idade na europa, excursão, roma em abril, cl