Traduzir:
BERLIM - roteiro de 2 dias - 1º dia

BERLIM - roteiro de 2 dias - 1º dia


Postado em Europa - Alemanha, em 01/Abril/ | 298 Visualizações


ROTEIRO DE DOIS DIAS EM BERLIM - PRIMEIRO DIA

Depois de fazer o checkin no InterCityHotel Berlin Hauptbahnhof, saímos logo para o nosso primeiro dia por essa capital incrível!

Sugiro esse roteiro para quem tem pouco tempo na cidade, mas quer conhecer o máximo possível. Por isso saia cedinho para dar tempo de fazer tudo!

E se você tiver o prazer de ficar mais tempo em Berlim, divida o roteiro em mais dias, visitando o interior de alguns monumentos e alguns dos diversos museus da cidade!

 

Nesse primeiro dia fizemos tudo à pé:

 

1) Ponte Moltkebrücke

Logo ao lado do hotel, atravessamos o Rio Spree pela Ponte Moltkebrucke de 1891.

 

2) Chancelaria Federal

Logo em seguida você passará pela Bundeskanzleramt, a Chancelaria Federal, que fica na gostosa praça Wasserspiele, já avistando a terceira atração do dia.

 

3) Reichstag 

Um dos lugares mais visitados de Berlim, o Palácio Reichstag, abriga o Parlamento Alemão. A construção de 137 metros de comprimento é original de 1894, mas passou por restauração após ser muito danificado na Segunda Guerra. 

Na restauração foi colocada a cúpula de vidro com quase 24 metros de altura. Você pode agendar visita ao caminho espiral que tem na cúpula, que deve ter uma bela vista da cidade.

 

4) Portão de Brademburgo 

Continuando a pequena caminhada ao lado do Tiergarten (parque que está para Berlim como o Central Park para Nova York), você chega atrás do Portão Brademburg. Passando por baixo dele você estará na Pariser Platz.

Acho que esse é o primerio monumento que vem à cabeça quando se fala de Berlim.

O Portão de Brademburgo foi encomendado pelo Rei da Prússia em 1788 e era uma porta da cidade, que levava ao Palácio.

Originalmente a biga no alto era símbolo de paz mas, quando houve a dominação francesa, Napoleão mandou levarem a biga para Paris. Quando ocorreu a libertaçao, recolacaram a biga acrescentando uma cruz e uma águia prussiana, passando a ser considerada um símbolo de vitória.

Mas o portão foi muito danificado durante a Segunda Guerra e durante a Guerra Fria ele ficou totalmente sem acesso, bem ao lado do muro de Berlim. 

Foi totalmente restaurado no ano 2000.

 

5) Memorial do Holocausto

Bem perto do Portão de Brademburgo, você chega no Memorial do Holocausto, o museu aos judeus mortos da Europa.

São 2.711 colunas formando um labirinto que causa uma certa sensação de intranquilidade, com chão irregular e várias alturas diferentes.

Foi inaugurado em 2005, em comemoração aos 60 anos do fim da guerra.

Pode ser visitado sem custo. Também há uma sala de exposição subterrânea.

 

6) Postdamer Platz

Continuando a caminhada, logo em seguida chegará na PostDamer, uma importante praça reconstruída após a guerra.

Ela ficou bem no meio da divisão dos lados oriental e ocidental, e por isso lá estão alguns pedaços do muro (lotados de chiclete...eca!).

Hoje é um local de entretenimento, com vários restaurantes e comércio.

Repare no primeiro semáforo da Alemanha, de 1924 (acredite: era pra pessoas, charretes, bondes, rsrs).

 

7) Sony Center

Na própria Postdamer Platz, fica o Sony Center, um complexo de lojas, salas comerciais, restaurantes e até cinemas! É muito bonito!

Bem no local da Sony Center ficava o Tribunal do Povo instalado por Hitler em 1933.

Hoje é esse local que transborda modernidade. Não vi, mas à noite fica ilumindao e dever ser incrível!

Aproveite para escolher um dos ótimos restaurantes pra almoçar. Escolhemos o Café Josty, que era famoso na alta sociedade de 1920!

Cerveja pra refrescar, afinal estamos na Alemanha! Salada e pizza deliciosa!

 

8) Topografia do Terror

Virando a Niederkirchnerstraße, você logo avista uma parte inteira do muro de Berlim.  Chegará no Museu da Topografia do Terror.

Não estranhe essa parte do muro ser mais estreita, porque existiam dois muros com fiscalização nos 200 metros entre eles.

Tem essa parte externa com exposição de fotos e também o museu interno com várias imagens e informações desse período terrível. Tudo grátis.

Entre 1933 e 1945, nesse lugar funcionou o escritório secreto da SS, o serviço de segurança da Gestapo e também foi o escritório central de segurança do Reich, onde foram planejadas diversas atrocidades.

Pra lá que levavam os presos de grande interesse no interrogatório, torturados por até meses. A maioria seguia para os campos de concentração depois. 

 

9) Trabi World

Logo em seguida vai ver o Welt Baloon e o museu do Trabi.

O Trabant, apelidado de Trabi, era o carro fabricado na antiga Alemanha Oriental. É um carro pequeno, sem potência ou recursos tecnológicos, tanto que foram abandonados depois da queda do muro de Berlim, quando as pessoas puderam comprar carros mais modernos.

Na lojinha tem muito souvenir legal com o tema e você pode fazer um passeio dirigindo o trabi pela cidade! 

 

10) Check Point Charlie

Continuando a caminhada, mais 500 metros, chegará em outro ponto muito visitado.

O Checkpoint Charlie era um posto de controle militar na época da Alemanha dividida, onde ocorreram várias tentativas de fuga que acabaram em morte.

 

11) Chocolateria Fassbender & Rausch

Não deixe de conhecer essa loja linda da chocolateria Fassbender. 

No primeiro andar, além da loja, há várias esculturas feitas de chocolate. O cheiro é uma delícia! 

No segundo andar fica o café, onde provamos um café com amareto e um doce muito bom! Claro que saímos com uma sacola cheia de chocolates!

 

12) Gendarmenmarkt

Caminhe mais um pouco pra gastar as calorias consumidas na Fassbender!

A Gendarmenmarkt é uma praça bem grande, uma das mais bonitas de Berlim.

Lá ficam a Konzerthaus (Casa de Concertos) no meio, a Französischer Dom (Catedral Francesa) de um lado, e do outro a Deutscher Dom (Catedral Alemã).

É nessa praça que acontece o mercado de Natal.

 

13) Bebelplatz

Bem pertinho está essa outra famosa praça, onde em 1933 foram queimados 20mil livros por estudantes e professores nazistas.

O autor dessa ideia de censura foi o conhecido ministro da propaganda Joseph Goebbels,

Hoje há um memorial no chão, onde se vê prateleiras vazias no subsolo representando o lugar dos livros queimados.

A poucos metros do memorial tem uma placa com as palavras do poeta alemão Heinrich Heine: “Isso foi apenas o começo, onde você começa a queimar livros, você vai queimar pessoas no final também.”

Do outro lado da Bebelplatz, fica o prédio central da Universidade Humboldt , de onde saíram os alunos e professores nazistas que queimaram os livros. 

É a universidade mais antiga de Berlim, aberta em 1810, com grandes nomes, como Albert Einstein, Karl Marx, Engels... De lá já saíram 29 ganhadores do prêmio Nobel. 

 
Que dia intenso né? Você pode aproveitar que está na avenida mais turística de Berlim (Unter der Liden) pra achar um lugar legal pra jantar!
Nós jantamos no hotel mesmo pra descansar, porque amanhã teremos nosso segundo dia em Berlim! 

 

Comentários

ana paula comentou:
"Muito legal o seu roteiro de dois dias em Berlim, deu para fazer muita coisa."

Sandro Ravazi comentou:
"Se vc tem alguma resistência em conhecer a Alemanha esqueça isso! Um dos países mais interessantes pra ir, cheio de história, boa culinária e hospedagem, fora o povo alemão que é muito receptivo, se desdobram pra falar outra língua pra te ajudar e servir. Vale muito conhecer!"

Murilo Pagani comentou:
"Adorei esse roteiro em Berlim. Me pareceu ser um ótimo ponto de partida para conhecer a cidade.

No meu caso, estava pensando em passar de quatro dias a uma semana por lá. Você acha que é muito tempo ou dá para aproveitar bastante?

Adorei as dicas!

Obrigado"

UmDiaEm:

Ah tem muito mais coisas pra ver! Pode ficar uma semana que vai ser ótimo!

Pretendo voltar ano que vem!

Gisele Rocha comentou:
"Excelente roteiro, exatamente do jeito que eu estava procurando. Bem detalhado, mostrando no mapa qual ordem seguir entre um lugar e outro.

Agora um comentário à parte: que mania que essa galera tem de colar chiclete nas coisas, né? Hahahah... me lembrou a casa da Julieta, em Verona, Itália."

UmDiaEm:

Né? kkk acho q querem deixar a marca deles tb kkk

Que bom que te ajudou!

Roberto Caravieri comentou:
"Eu acho que Berlim é uma das minhas cidades preferidas da Europa, pois é diferente de tudo. É alegre e triste ao mesmo tempo, marcada pela sua história surreal. Eu adorei o seu roteiro de 2 dias na cidade! Um grande abraço!"

UmDiaEm:

Que bom! Também adoro Berlim!

Moises Batista comentou:
"O seu texto sobre o que fazer em Berlim nos roteiro de 1 e dois dias me lembrou como é dificil o idioma deles. Eu sofria só para falar o nome das estações. kkk"

UmDiaEm:

Nossa!! Demais difícil haha


Comente:



TAGS

roteiro de dois dias em berlim, roteiro berlim, o que fazer em berlim, onde ficar em berlim, principais pontos turísticos de berlim, topografia do terror, memorial do holocausto, check point charlie, berlim a pé, postdamer, alexanderplatz, nazismo