Traduzir:
Compras no Paraguai e Duty Free argentino (pra quem está em Foz do Iguaçu)

Compras no Paraguai e Duty Free argentino (pra quem está em Foz do Iguaçu)


Postado em Brasil - Paraná, Sul, em 06/Julho/ | 5563 Visualizações


Compras no Paraguai

 

Já fui três vezes fazer compras em Ciudad Del Leste, no Paraguai. Não tem jeito, a impressão é sempre a mesma: uma cidade caótica, suja e insegura. Desculpem-me os que gostam, mas, de modo geral, acho que hoje em dia, os preços de lá já não valem tanto a pena, tendo em vista todos os produtos chineses que temos a nossa disposição, tanto na 25 de Março como em qualquer lojinha de bugigangas por aí.

Mesmo assim, se tiver tempo sobrando, sugiro que combine uma passada por lá, depois (ou antes) de visitar a Usina de Itaipu ou se estiver conhecendo o centro de Foz.

Para entrar, basta apresentar o RG, que nem sempre é solicitado (às vezes parece não ter ninguém nas cabines de fiscalização). As crianças também devem portar documentos. Não aceitam CNH, OAB, etc, tem que ser o RG.

Você pode atravessar a ponte de táxi ou a pé, como fiz todas as vezes, sem nenhum problema. Sugiro que pegue um táxi até a fronteira, e atravesse a pé. Se for de carro, guarde em algum estacionamento antes da fronteira.

As lojas mais confiáveis são:

- As do Shopping Del Leste, que fica logo após a fronteira, do lado esquerdo. Tem muita maquiagem, perfumes e eletrônicos. Boa praça de alimentação.

- Outro shopping conhecido pelas boas marcas é o Monalisa, um pouco mais a frente na mesma avenida. Alguns andares com lojas de cosméticos, perfumes, óculos, relógios, eletrônicos, etc.

- A SAX é conhecida por ser uma loja mais requintada. Destoa completamente do clima do Paraguai. Tem marcas famosas e diz-se o maior showroom de óculos da America Latina.

Cuidado com as compras fora dos shoppings. São muitos os produtos falsificados e com defeitos. Já perdi várias fotos que gravei num pen-drive novinho (que tinha certeza de ser original) comprado lá.

Se possível, leve dólares ja trocados, mas também aceitam real.

O limite de compras é de 300 dólares por pessoa. Nem sempre você é fiscalizado na saída, mas é bom se precaver. Pagará 50% do valor excedente aos 300 doláres. Por exemplo, se comprar 500 doláres, ou seja, 200 excedentes, terá que pagar 100 dólares a mais.

(atravessando a ponte a pé e praça de alimentação do Shopping Del Leste)

 

Na última visita, em maio/2014, almoçamos na praça de alimentação do Shopping Del Leste. Comida boa, com preço razoável.

 

Duty Free na Argentina

Fica após a Ponte Tancredo Neves, mas antes da aduana argentina.

Você vai encontrar roupas, malas, cosméticos, perfumes, brinquedos, chocolates, bebidas, eletrônicos, etc. Considero os preços de perfumes e bebidas mais baratos do que no Paraguai (e também de procedência mais confiáveis).

É menos movimentado do que as ruas do Paraguai e considero muito mais seguro. Com ambiente climatizado, é mais aconselhável para quem quer um pouco mais de conforto e tranquilidade na hora das compras.

Vale a mesma regra de limite de compras do Paraguai, pra quem estiver via terrestre. Pra quem está de avião, o limite sobe para 500 dólares.

Acho que vale a pena ir com uma empresa de turismo e combinar com jantar em algum restaurante de Puerto Iguazu ou tentar a sorte num dos cassinos da cidade. Recomendo a Loumar Turismo (www.loumarturismo.com.br)

 

Comentários

Seja o primeiro a comentar sobre esse POST!


Comente:



TAGS

duty free argentina, dutyfree argentina, duty free argentino, paraguai, compras no paraguai, limite de compras no paraguai, foz do iguaçu, ponte da amizade, roteiro em foz do iguaçu