Banner Destinos Internacionais 728x90
Traduzir:
Buenos Aires - 1° dia - Levando a Sogra pra ver o mundo II

Buenos Aires - 1° dia - Levando a Sogra pra ver o mundo II


Postado em América do Sul - Buenos Aires, em 10/Outubro | 1227 Visualizações

 

 

Domingo de Páscoa - 20/04/14 - Aniversário de 76 anos da Sylvia, minha sogra.

Tomamos café bem cedinho porque o dia será cheio!

 

Comprei antecipadamente pela internet o city tour por Buenos Aires, na empresa oficial de lá, a Buenos Aires Bus.

www.buenosairesbus.com/pt/

Vale muito a pena! Você pode comprar o ticket para 24 ou 48 horas, no sistema hop-on hop-off. Dá pra conhecer todos os pontos turísticos da cidade e ainda ouvir explicações na sua língua, por meio de fones de ouvido que existem nos ônibus.

No verão funciona das 8:40 às 19 hs. No inverno, das 9:00 horas às 17:20 hs.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O percurso total tem 25 paradas. Se você não descer em nenhum ponto, o trajeto leva por volta de 3 horas e 15 minutos.

Eles prometem que os ônibus passarão nos pontos determinados a cada 20 minutos (o que vimos algumas vezes não ser cumprido).

 

Fomos caminhando até Av Presidente Roque Saez Peña, e no escritório deles retiramos nossos tickets.

Passamos pela Catedral, Plaza de Mayo, Casa Rosada, Congresso. A vista de cima do ônibus é sem dúvida melhor do que de dentro, mas o vento é cortante!!!

 

Nossa primeira descida foi em San Telmo (Parada 5), pra conhecer a famosa feira. Pena que ainda estava sendo montada, mas deu pra ver e comprar algumas tranqueirinhas.

 

Voltamos pro mesmo lugar onde descemos do ônibus e pegamos o próximo. É só mostrar o seu ticket amarelinho.

A próxima descida foi no bairro do Boca (parada 7), onde conhecemos o estádio por fora e visitamos a loja/museu deles. O bairro é bem diferente dos outros da cidade. É mais periferia. Legal ver as diferenças sociais de cada cidade! Só fiquei com medinho quando a Sylvia começou a brincar dizendo alto que o Brasil que iria ganhar a Copa, e todos os argentinos olhando feio kkkkkk 

 

De lá fomos caminhando até a Rua Caminito (pertinho, cerca de 400m)

 

Há quem não goste de lá, mas acho que é ponto turístico obrigatório, principalmente pra quem vai pela primeira vez a Buenos Aires. O lugar mais visitado por turistas.

O lugar é um pouco sujo e perigoso, por isso evite ir a noite e em dias de jogo de futebol. Os torcedores do Boca Juniors são absolutamente fanáticos...

Já foi o porto mais importante da Argentina. Muitos estrangeiros (principalmente espanhóis e italianos) chegavam pra trabalhar e iam construindo suas casas por perto. Dizem que as casas são coloridas porque eram pintadas com os restos de tintas dos navios.

Quando o porto foi desativado, o bairro empobreceu muito. 

A própria Rua Caminito tem apenas 190m. É bom para comprar souvenirs. Tem bastante coisa do Boca, inclusive produtos falsificados (atenção) e diversas plaquinhas feitas com tinta naval.

 

Cuidado com os casais vestidos de dançarinos de tango. Eles te convidam pra fazer aquelas poses legais pra fotografar mas depois cobram um absurdo por isso. 

Os restaurantes são bem caros e te obrigam a pagar pelo show de tango que não é muito bom. Comemos apenas empanadas e tomamos a famosa Quilmes. 

 

Pegamos o ônibus na parada 9 e andamos pelo bairro de Porto Madero. Um bairro completamente diferente do anterior, que, apesar de também ser um porto desativado, foi restaurado e hoje tem os melhores restaurantes da cidade.

 

Descemos na parada 15 no bairro da Recoleta, pra ver a Floralis Generica e Faculdade de Direito. 

                   

Aguardamos por quase meia hora o próximo ônibus e percorremos vendo esse bonito bairro, a Av Del Libertador, Av Sarmiento, Av Córdoba, Av San Martin....

 

Descemos na parada 23 (Museu de Belas Artes). Andamos pela Feirinha da Recoleta até a Igreja Nossa Sra do Pilar  (o Cemitério da Recoleta fica ao lado).

 

Pegamos o ônibus na parada 24 (praça Ramon Carcaño).

 

E finalmente descemos na parada 25 (Teatro Colon), andando de volta até o hotel, que fica na própria Av 9 de Julho.

 

Nos arrumamos pra comemorar o aniversário da Sylvia no maior estilo porteño - Show inesquecível e imperdível de tango.

Escolhemos a casa de show Madero Tango.  Fiz reserva antecipamente pelo site: www.maderotango.com/br 

 

Pagamos 114 dólares por pessoa com jantar e local VIP incluso. Esse valor foi porque pagamos na entrada com Dólar em espécie – se não seria U$190. Tem foto e aula de tango inclusas.

 

O restaurante fica em Porto Madero e tem paredes de vidro, o que deixa o lugar muito charmoso.

 

A comida é muito boa. Pratos bem feitos e bebidas a vontade. Dentre as opções, o famoso bife de chorizo.

 

Como comentamos que era aniversário da Sylvia, nos trouxeram bolo com velinhas e champanhe. 

 

A própria van do Madero Tango que nos buscou no hotel (por volta de 20h00), nos levou embora (por volta de 24h00).

Adoramos esta casa de show. Em breve vou escrever outro post, contando sobre outras duas casas que conheço.

 

Acompanhe nossa viagem:

2° dia - Calle Florida, Galeria Pacífico

3° dia -  Zoo de Lujan

4° dia - Rosedal, Jardim Japonês, Casa Rosada,  Café Tortoni

Prints da esta??o at? R$ 200,00

 

Comentários

Sandro comentou:
"Muita fome ao olhar as fotos do jantar no Madero tango, lindo post! A Argentina, apesar da situação econômica nada boa, ainda é um lugar lindo de visitar."


Comente:



TAGS

buenos aires, argentina, o que fazer em buenos aires, restaurante, atrações, américa do sul, primeira vez em buenos aires, roteiro buenos aires, roteiro de 4 dias em buenos aires, tango, city tour, madero tango, madero tango, menu mad