Banner Destinos Internacionais 728x90
Traduzir:
Munique - EnglischerGarten, Hofgarten, Odeonplatz, Feldherrnhalle

Munique - EnglischerGarten, Hofgarten, Odeonplatz, Feldherrnhalle


Postado em Europa - Alemanha, em 02/Abril | 1544 Visualizações

 

Depois de visitarmos o museu da BMW, fomos de metrô até o Englischergarten.

O trajeto do metrô foi o seguinte: Estávamos na estação Olympiazentrum - Tomamos a linha laranja U3 sentido Fürstenrled-West e descemos 4 paradas após, na Giselastrasse. Saímos na Leopoldostrasse.

nosso itinerário

 

O Englischergarten- Jardim Inglês - é um parque lindo e muito verde!

É um dos maiores do mundo, com mais de 4 km2. É maior que o Central Park de New York! Muito bem cuidado e limpo.

 

Cheio de ciclistas, corredores, crianças, surfistas (tem algumas quedas d'água), gente tomando Sol como se fosse praia, dando uma refrescadinha no rio, passeando com cachorros... Lembre-se que estávamos em junho - muito calor!

 

O nudismo é permitido aqui (:O). Engraçado que as pessoas que trabalham por perto, em dias de calor, vão até o parque pra tomarem banho de Sol pelados. Depois colocam a roupa e voltam a trabalhar normalmente!!

 

A principal atração do parque é a Chinesischen Turm (torre chinesa)... É, isso mesmo: você está na Alemanha, mas o jardim é inglês e a torre é chinesa... coisas da globalização!

Não é bem pela torre que o lugar faz sucesso, e sim pelo biergarten que tem em volta.

 

É muito comum os biergartens por aqui. São os jardins de cerveja! As pessoas se misturam em grandes mesas que ficam no jardim, para beber seus enormes copos de cerveja! É bacana que você acaba interagindo com pessoas que nem conhece por estar na mesma mesa.

Na torre chinesa também tem um restaurante estilo buffet, onde comemos. Mas você só é obrigado a comprar a cerveja de lá para poder usar o biergarten. Pode levar seu próprio lanche.

 

Outro ponto conhecido e próximo do Chinese Turm é o Monopteros. Um pequeno templo em estilo grego, construído em 1836. Depois de comer, ficamos ali deitados pertinho do Monopteros tirando um cochilo.

 

De volta a Leopoldstrasse, avistamos o Siegestor - Portão da Vitória (a partir dele a rua vira Ludwigstrasse). O portão, modelado pelo mesmo arquiteto do Arco de Cosntantino de Roma, faz homenagem ao Rei Ludwig I que se dedicou ao vitorioso exército bávaro. 

 

Passamos pela universidade de Munique,

pela Igreja de St Ludwig

e pela Biblioteca e Arquivo da Baviera.

 

Do lado esquerdo fica o Hofgarten - Jardim da Corte. Tem esse nome porque que fica em frente à Chancelaria da Baviera (onde fica o primeiro-ministro) e atrás do Residenz (Palácio onde ficavam os reis).

No centro há um templo lindo, dedicado a Diana, com quatro fontes. 

Era ali que o grupo de universitários chamado Rosa Branca (die Weiße Rose) faziam protestos contra o regime nazista de Hitler, entre 1942 e 1943, distribuindo panfletos “Abaixo Hitler”. Rapidamente os grupos eram dissolvidos, presos ou, na maioria da vezes, executados.

 

Voltando para a Ludwigstasse- ela se torna a Odeonplatz, praça mais visitada da cidade depois da Marienplatz.

A Odeonplatz é o centro histórico de Munique.

É lá que fica o Palácio Residenz e a igreja amarela Theatinerkirche de 1663, que infelizmente estava em reforma quando fomos.

 

Na ponta da praça, ficam as famosas escadarias do Feldherrnhalle - Hall dos Generais.

 

Serviu de palco para os discursos nazistas.

 

Atrás do Feldherrnhalle, caminhando pela esquerda dele, chega-se à Max-Joseph-Platz, onde vimos o Teatro Nacional.

 

De lá, se estiver com pique, dá pra ir direto à cervejaria Hofbraeuhaus, como vê no mapinha de nosso itinerário logo no início do post.

Nó estávamos bem cansados, depois de visitar o museu da BMW pela manhã. Então fomos caminhando até a Marienplatz pra pegar o metrô e passar no hotel, descansar um pouco e voltar mais a noite.

No caminho vimos a famosa confeitaria Dallmayr, na praça Marienhof, com mais de 300 anos de história!

 

A noite fomos conhecer a Hofbraeuhaus, veja aqui.

Confesso que esse dia foi o que mais andamos de toda a viagem. Se puder, divida em dois dias pra fazer tudo com mais calma e conhecer por dentro o Residenz.

 

Veja também:

Nossa viagem de moto pela Alemanha - todo nosso roteiro

- Aprenda como usar o metrô em Munique - e a chegar do aeroporto até o Centro de Munique

- Pimeiro dia em Munique - Marientplatz, Cervejaria Paulaner, Frauenkirche, St. Peterskirche

- Hotéis bacanas em Munique - Booking

- Museu da BMW - Como chegar, preços e impressões

- Cervejaria HoufBräuhaus - A mais famosa do mundo e onde Hitler se reunia

- Locação da Moto e Castelo Nymphenburg - O começo da aventura

- Chegando de moto no Castelo Neuschwanstein - Inspiração para o castelo da Cinderela em Walt Disney World

- Füssen - cidadezinha medieval perto do castelo de Neuschwanstein

- Castelo de Hohenzollern - a lenda da Senhora de Branco

- Castelo de Lichetenstein - o castelo no penhasco

- Stuttgart - Museu da Mercedes e centro histórico

Comentários

Sandro comentou:
"Munique é espetacular! O povo nos acolhe com carinho e em qualquer lugar que se vá tudo é bem cuidado e limpo. Uma cidade exemplar!"


Comente:



TAGS

englishgarten, Englischergarten, jardim inglês, Chinesischen Turm, hofgarten, biergarten, jardins de cerveja, munique, o que fazer em munique, onde comer, lugares históricos de munique, cervejaria em munique, pontos turísticos, dicas